quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Feliz 2012!

Olá a todos!

Espero que tenham passado um óptimo fim-de-semana natalício com as pessoas que mais amam e que se tenham divertido bastante em família. Apenas alguns dias após o Natal, aqui estamos nós prestes a celebrar outro acontecimento importantíssimo: a passagem de ano, altura propícia para reflexões e para a criação de novos objectivos a atingir. Que balanço fazem do vosso ano de 2011? :)

Para mim, foi um ano importantíssimo, na medida em que tive uma experiência fantástica e que marca a vida de qualquer estudante que o faça. Estou a falar, obviamente, de Erasmus. Estive em Vigo, Espanha, durante três meses. Foi difícil estar longe da família, da namorada e dos amigos, mas tudo o que ganhei no Hospital compensou todos os esforços. Foi uma experiência rica onde aprendi muito sobre a Radioterapia e, acima de tudo, aprendi a contactar com os doentes, mesmo que neste caso tivesse que o fazer em espanhol.

Esta experiência serviu-me para concluir algo que alguns sabem que é verdade, mas que não devem ainda ter comprovado a sua veracidade pessoalmente: Às vezes, basta um sorriso e uma palavra amiga para melhorar o mundo, nem que seja o mundo de uma pessoa.

Durante o meu Estágio em Vigo, onde tratei doentes oncológicos que padeciam dos mais diversos tumores, senti isso mesmo. Um sorriso, uma palavra amiga, uma palavra de encorajamento, um beijinho, um aperto de mão, ou uma palmada nas costas é suficiente para que a outra pessoa se sinta automaticamente mais feliz e com vontade de viver. Eu presenciei e vivi situações incríveis, em que pessoas com problemas bem mais graves do que a maioria dos que lêem este post, entravam na sala de tratamento com um sorriso na cara e bastante animados, por apenas os termos recebido com ânimo e munidos com um sorriso e uma palavra carinhosa. Às tantas, eram os próprios doentes que animavam o nosso dia com as suas brincadeiras. E este tipo de força é incrível e espectacular.

Por isso, se se sentirem abatidos nalgum momento ou se pensarem que o vosso mundo está a desabar, lembrem-se que há pessoas que estão numa situação bem pior que a vossa, e que mesmo assim agem como se fossem as pessoas mais felizes do mundo. E tudo ficará mais fácil perante uma perspectiva diferente.

Todos temos os nossos problemas, mas se continuarmos a focar a nossa vida apenas nisso, então não deixaremos espaço para as coisas boas da vida, que podem ser tão simples como dar um passeio com a cara-metade, ou conviver com amigos e familiares. Sei que 2012 pode assustar muita gente devido à crise económica, mas há sempre formas de dar a volta.

O ano de 2012 a mim não me assusta, porque sei como ser feliz.
Se vocês também o souberem, então estou certo que daqui a um ano dirão que 2012 foi um grande ano!

Da minha parte "literária", porque é disso que este blogue se trata, espero que 2012 seja o ano em que o meu segundo livro vos prove que evoluí bastante a minha escrita e que este seja o livro da minha confirmação enquanto escritor de policiais em ascensão em Portugal. Estarei pronto para trabalhar ao máximo assim que começar a fase da publicação do livro, o que espero que aconteça brevemente. Sei que muitos de vocês estão bastante ansiosos pelo próximo livro (eu próprio também estou!), por isso assim que tiver novidades para vocês, sabem bem que as colocarei aqui.

Desejo a todos vocês uma passagem de ano divertida, regada com champanhe (ou champomi!) e com uma boa dose de diversão. E que 2012 seja um grande ano para todos!
  

FELIZ 2012!


sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Feliz Natal!


Quero desejar a todos os meus leitores um óptimo Natal recheado de alegria e muita felicidade, e que o passem na companhia dos que vos são mais queridos.

Ah, e que recebam muitas prendas!
Se não receberem, não se preocupem, porque o convívio e o ambiente natalícios são as melhores prendas que se podem receber. E isso não há-de faltar certamente.

Feliz Natal!